Sete aspectos importantes para saber como avaliar um terreno

O sucesso de qualquer empreendimento depende muito das características do local em que ele está instalado, afinal de contas, esses aspectos afetam muito a viabilidade de uma construção, bem como os custos gerados por ela.

Sendo assim, é muito importante saber como avaliar um terreno! A avaliação vai garantir ao investidor a segurança de que aplicar aquele empreendimento naquele local vai valer a pena.

Quer saber mais sobre o assunto? Este artigo vai apresentar algumas dicas de como avaliar um terreno antes de comprá-lo! Continue a leitura e conheça a importância dessa avaliação e quais são os pontos que devem ser observados nesse processo!

A importância da avaliação de terreno

Esse processo se mostra importante porque, antes de começar um empreendimento imobiliário ou construir alguma edificação, é necessário garantir a viabilidade do projeto e verificar se ele terá um bom retorno financeiro.

É essencial definir o objetivo do investimento, pois muitas pessoas adquirem a área pensando em projetos para o futuro. Essa avaliação vale tanto para construções residenciais quanto para comerciais. Sendo assim, busque muitas informações para ter uma análise da aquisição do terreno.

Pontos para serem analisados na avaliação de um terreno

É necessário conhecer o potencial do terreno e considerar todas as suas características físicas, bem como localização, infraestrutura, vocação imobiliária, limitações legais sobre uso e ocupação, entre outros aspectos. Assim, veja a seguir alguns critérios fundamentais para avaliar um terreno antes da compra!

Localização

Primeiramente, é preciso saber a localização onde você pretende comprar o terreno. Portanto, observe com atenção a região ou o bairro em que ele está localizado. Pesquise os anúncios de imóveis para encontrar aqueles que mais estejam de acordo com as suas necessidades.

Os bairros bons tendem a valorizar mais os imóveis — assim como os que são ruins tendem a ter os seus terrenos menos valorizados. Uma região é considerada boa ou ruim em relação à condição de moradia do local, afinal, existem bairros e lugares bem localizados, mas que não são bons para se viver.

Por exemplo, verifique a proximidade com avenidas muito movimentadas ou até mesmo rodovias, bem como regiões comerciais que têm alto fluxo de pessoas e automóveis. Esses aspectos podem influenciar muito a qualidade de um lugar.

Verifique a infraestrutura da região. Considere fatores como acessibilidade, boas condições das vias públicas e do saneamento básico, disponibilidade de transporte público, qualidade e estrutura das edificações, empreendimentos já instalados ali e também a iluminação das ruas.

Também é muito importante conhecer a segurança do bairro. Portanto, verifique se existem postos policiais nas proximidades e câmeras de segurança. Pesquise na prefeitura os planos de investimento para aquele local, pois eles podem afetar a sua escolha e até tornar o seu empreendimento inviável.

Média dos preços da região

O preço do terreno é um dos primeiros pontos que devem ser avaliados. Muitas pessoas fazem essa pergunta para tentar saber se vale a pena investir naquele local. Sendo assim, pesquise sobre a média de preços na região em que você pretende começar o empreendimento.

Avalie as vantagens do produto em relação ao preço para saber se ele tem um bom custo-benefício. Sendo assim, tente localizar os terrenos próximos ou em bairros similares e consulte seu valor médio para tirar uma média e ver se está compatível com o que você pretende comprar.

Vizinhança

Para investir em um terreno, é muito importante conhecer a vizinhança, pois ela pode afetar bastante a qualidade de vida dos moradores. Desse modo, busque conhecer o estilo das pessoas que já vivem ali e também os estabelecimentos comerciais ali presentes.

Para conhecer o bairro antes de comprar o terreno, visite o local, converse com as pessoas que moram ali, pergunte como é o lugar. Muitas vezes, uma boa conversa pode revelar ótimas características do local — e até aquelas que não são descritas pelo corretor que está negociando a compra com você.

Características do terreno

Conhecer as características do terreno também é um ponto muito importante. Você não deve conhecer somente o tamanho da propriedade, como as dimensões e a área do lote. É necessário verificar a topografia, o tipo do solo e a incidência da luz — fatores que podem influenciar bastante o projeto arquitetônico e os custos do empreendimento.

A topografia é essencial para verificar a necessidade de fazer a terraplanagem do terreno. É bom procurar a consultoria de um arquiteto ou engenheiro para saber se o lugar é bom para um investimento seguro. Verifique também qual a viabilidade que o plano diretor da cidade determina para o terreno em questão, pois isto pode ser determinante no tipo de construção que ali pode ser construído.

De fato, a topografia exerce papel fundamental para que um imóvel tenha qualidade. Esse elemento traz impactos diretos para a estética do imóvel e também determina o seu valor.

O ideal é investir em terrenos planos. A topografia pode ser formada por diversos tipos de terrenos. Confira os principais exemplos a seguir.

Terreno plano

O terreno plano está em um solo liso e não apresenta nenhum tipo de desnível (aclive ou declive) significativo. Isso significa que a sua frente e o fundo estão situados no mesmo nível que a rua. Trata-se do melhor modelo de terreno, uma vez que não será necessário realizar procedimentos de ajuste, como cortes e aterros no lote nem construir muros de arrimos, por exemplo.

Terreno em aclive

Esse tipo de terreno é caracterizado por estar acima no nível de altura média da rua. Nesse sentido, será necessário realizar algum tipo de procedimento de correção, como cortes e arrimos. De uma maneira geral, o terreno não traz nenhum risco para a população salvo se apresentar uma inclinação superior a 30% sobre o nível médio.

Terreno em declive

Nesse tipo de terreno o terreno está abaixo do nível da rua. Esse fato requer maior atenção dos engenheiros, da imobiliária e também dos futuros moradores, uma vez que essa característica poderá ocasionar problemas no futuro, como inundações e alagamentos — os encanamentos e saídas de esgoto podem estar em um nível superior ao terreno.

O ideal é evitar investir em terrenos com grandes inclinações, pois poderá trazer dores de cabeça e provavelmente será necessário realizar obras de cortes de terra ou aterros, ou então construir drenagens ou estruturas de contenção, como muro de arrimos. Nesse sentido, apesar de terrenos íngremes serem mais baratos, se comparados com os terrenos planos, eles costumam demandar maiores gastos no futuro. Portanto, avalie bem a situação.

Nesse sentido, o mais recomendado é estudar o terreno com cautela. É importante fazer visitas técnicas ao local, acompanhado de um profissional engenheiro ou arquiteto, por exemplo. Faça marcações para saber a direção do terreno, você pode utilizar uma bússola para isso. Uma boa ideia é levar uma máquina fotográfica e fita métrica para registrar todos os elementos com mais precisão.

Valorização

Há um outro aspecto que deve ser considerado no momento de avaliação do terreno: a possível valorização do seu espaço. Assim, antes de comprar uma propriedade, é necessário conhecer as características que têm o potencial de valorizar o empreendimento.

Sendo assim, é necessário se planejar e se preparar para evitar ser vítima de possíveis prejuízos. Além de também calcular os lucros, saiba que as coisas podem mudar e que é preciso visualizar o potencial do imóvel! Os principais elementos de valorização de um terreno são: localização, proximidade a comércios e áreas verdes, existência de opções de transporte público, acesso facilitado etc.

Documentação

A legalização do terreno também é uma questão que precisa receber atenção. Corra atrás dos órgãos responsáveis, sendo eles a prefeitura de sua cidade ou um cartório de registro de imóveis, para saber se o terreno tem as licenças exigidas pela lei e se o projeto foi aprovado.

Para conferir se tudo está de acordo com o que manda a lei, você pode ainda levantar essas informações em órgãos ambientais e empresas de água e luz.

Necessidade da compra

Por fim, é essencial que você avalie a compra do terreno de acordo com a sua necessidade. Pense no que você pretende construir e se aquele local vai atender às suas expectativas. Muitas vezes, as pessoas até pagam um valor maior para conquistar aquilo que realmente está de acordo com os seus interesses.

Posição do sol

A posição do sol também influencia no momento de avaliação de um terreno. A incidência de raios solares no terreno durante o período da manhã costuma ser um ponto bastante valorizado. Por sua vez, o sol da tarde é mais forte e tende a deixar o imóvel mais quente. Portanto, é importante avaliar essa questão antes de proceder à edificação do imóvel, de fato.

A informação sobre a posição do sol vai garantir a construção de um imóvel com maior conforto térmico e mais valorizado, além de ser útil para determinar onde as varandas, janelas e demais aberturas deverão ser edificadas.

Tamanho

O tamanho do terreno precisa se adequar com a sua intenção de edificação do imóvel. Caso ele seja muito grande ou pequeno, você terá alguma dificuldade em montar o projeto de construção e a elaborar a planta mais adequada. Além disso, também é importante se atentar para a futura cobrança do IPTU — imposto que leva em consideração o tamanho da área construída e o valor venal do imóvel.

Tipo do solo

Cada solo apresenta suas características geológicas próprias. Em regra, ele é composto por areia, silte, argila terra e água. Assim sendo, o solo pode ser dividido em arenoso argiloso ou siltoso.

De qualquer forma, é importante saber com maiores detalhes sobre a composição do solo, uma vez que esse elemento vai servir de base para conhecer sobre a resistência e a qualidade do terreno — saber se o solo vai resistir à construção de edificações, por exemplo. É importante analisar alguns aspectos, como: presença de brejo ou mangue, terra firme, existência de muitas pedras, aterro etc.

Diante desse cenário, o ideal é buscar apoio de uma empresa com profissionais capacitados a fim de efetuar a sondagem e pesquisa do sol e avaliar a possibilidade de construir edificações no local.

Riscos de uma má avaliação de terreno

A avaliação ineficiente ou equivocada de um terreno pode gerar erros na projeção da obra e ocasionar prejuízos financeiros para os investidores e futuros moradores do imóvel. Confira os maiores riscos

Grandes gastos posteriores à compra

Se o terreno for mal avaliado, o futuro proprietário morador poderá ter que desembolsar altos valores para a realização de obras no local a fim de corrigir possíveis imperfeições no terreno — necessidade de fazer aterros, cortes e a construção de muros de contenção.

Dificuldade para construção

Caso o terreno apresente um aclive ou declive acentuado, seja pouco rígido e resistente e próximo a lençóis freáticos, por exemplo, dificilmente haverá a possibilidade de construir uma edificação sólida de segura no local, uma vez que isso poderia trazer riscos graves para os ocupantes do imóvel.

A importância de contar com o auxílio de uma imobiliária

Existem outras metodologias para avaliar um terreno que podem variar de acordo com o local que você pretende comprar. Sendo assim, é muito importante que você procure uma empresa especializada para acompanhar os serviços imobiliários e garantir segurança na sua aquisição.

Ninguém melhor do que um profissional com conhecimentos técnicos sobre o assunto para identificar as características do terreno e apontar as melhorias que devem ser implementadas no local, bem como identificar futuros problemas que acarretarão a necessidade de realização de obras, como cortes, aterros, construção de muros de contenção — fato que implicará maiores despesas.

Além disso, o suporte profissional de uma imobiliária vai aliviar toda essa tarefa, uma vez que seus representantes apresentam amplo conhecimento sobre o mercado imobiliário e estão por dentro de todas as tendências de construção.

Nesse sentido, a empresa ficará responsável por toda a burocracia na negociação, como reunir e organizar a documentação exigida, determinar os procedimentos a serem realizados e negociar as condições de forma que seja vantajoso para todas as partes.

Agora que você já sabe como avaliar um terreno, ficou bem mais fácil procurar aquele espaço ideal para comprar e começar a planejar as obras para construir o seu imóvel! Apenas não se esqueça de contar com o apoio de um profissional habilidoso e com capacitação técnica para cuidar de todo o procedimento!

E aí, você gostou de conhecer as nossas dicas de como avaliar um terreno? Nós, da Cadin Imóveis, podemos ajudá-lo a entender mais sobre o mercado imobiliário e os procedimentos que envolvem a construção de um imóvel! Ficou interessado em saber mais sobre o assunto?

Então, entre em contato conosco e saiba mais detalhes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *