Conheça os 5 principais tipos de imóveis

A escolha de um imóvel é uma decisão que exige reflexão, cautela e planejamento. Algumas pessoas, no impulso de escolher a nova moradia acabam optando por imóveis que não atendem às suas necessidades, o que pode causar frustração e arrependimento. Para evitar isso, o ideal é que você entenda os tipos de imóveis existentes e quais suas especificações.

Quer ser certeiro e garantir que sua compra ou construção será a melhor para seu estilo de vida e sua estrutura familiar? Confira agora 5 diferentes tipos.

1. Casa

A casa é uma construção habitacional que pode estar em um terreno próprio ou em um condomínio. 

Pode variar de acordo com tamanho, número de cômodos, quantidade de andares e outras particularidades. 

Em geral, possui divisões de cozinha, banheiro, sala e quartos. É a opção mais fácil de se encaixar às necessidades de uma família, já que tem grande variedade de preço e de arquitetura.

2. Casa geminada

São construções “gêmeas” a outra, normalmente com planta idêntica e com compartilhamento de paredes e/ou telhados.

A principal vantagem desse tipo de construção é a economia de material e também de espaço. É indicado para terrenos com metragem modesta, já que uma casa geminada pode se “concentrar” em um espaço do lote e deixar uma área livre para quintal, garagem ou áreas de lazer.

Por serem construídas diversas casas em um mesmo terreno, uma geminada será mais em conta que uma casa individual, o que possibilitará você ter uma casa mais bem localizada e por um preço muito mais acessível.

É preciso lembrar que essa construção traz algumas desvantagens. O barulho dos vizinhos é mais perceptível por conta da divisão com uma única parede e a ventilação pode ficar comprometida. Entretanto, dependendo das condições da família e de seu estilo de vida, é possível que a casa geminada seja a melhor escolha.

3. Terreno

Terrenos são espaços de terra destinados a construção de imóveis. Podem ser vendidos em sua totalidade ou divididos em lotes, como no caso de condomínios residenciais. Esses empreendimentos costumam comercializar frações do terreno para que os proprietários construam cada unidade habitacional como bem entender.

O terreno pode ser um ótimo investimento, já que custa menos que um imóvel construído e ainda tem alta liquidez, ou seja, pode ser revendido rapidamente.

É ideal para quem procura resguardar suas economias ou para quem não tem pressa de utilizar a área como moradia.

4. Apartamento padrão

O apartamento padrão é uma unidade habitacional de um edifício. Possui plantas bem definidas de um pavimento, mas podem ser duplex, ou seja, de dois andares. 

São as formas mais populares de moradia, já que têm uma grande variedade de metragem e podem atender às mais diferentes realidades financeiras. Podem estar dentro de condomínios com áreas de lazer, que podem ser usufruídas por meio de taxa mensal. 

Se comprado ainda na planta, o apartamento padrão pode permitir a personalização da distribuição dos cômodos, desde que a construtora conceda esse benefício. 

5. Cobertura

Cobertura é o nome dado para o último ou os últimos andares de um prédio. Elas podem ou não ocupar toda a área do edifício e ter de um a três andares.

São as construções ideais para pessoas que fazem questão de conforto, lazer e exclusividade. Em geral, as construtoras disponibilizam plantas diferenciadas e podem ser personalizadas de acordo com o gosto do primeiro morador, se compradas ainda na planta.

Como são direcionadas a pessoas com maior poder aquisitivo, podem ter espaços privativos de lazer, como terraço exclusivo, piscina, varanda gourmet e até espaço de spa, com ofurô e cadeiras de descanso. 

São os andares mais disputados, por isso podem ser uma boa opção para investimento imobiliário.

Escolher o imóvel ideal não é uma tarefa fácil, pois existem diferentes tipos de imóveis disponíveis. Por isso, o mais indicado é que você consulte um corretor ou uma imobiliária de confiança para auxiliar esse processo. Um serviço profissional de consultoria ajuda você a avaliar suas necessidades e a tomar a melhor decisão para a sua família.

Gostou do conteúdo e quer ler mais sobre esse e outros assuntos do mercado imobiliário? Siga-nos nas redes sociais! Estamos no Facebook, Twitter e LinkedIn!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *