Lá vem elas! O poder de compra feminino no mercado imobiliário.

Os hábitos de consumo certamente estão evoluindo. Seja por conta da transformação digital ou pelas mudanças sociais e culturais, diversos setores estão se adequando a esta nova realidade.

A participação feminina na economia brasileira é muito grande hoje, seja qual for seu estado civil. Elas passaram a ser grandes consumidoras de vários mercados, e um deles é o imobiliário. Há um expressivo número de mulheres comprando imóveis sozinhas — afirma Luiz França, presidente da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc).

E quando se trata de decidir sobre o imóvel em que a família vai morar, a palavra final também é delas.

Tradicionalmente, as mulheres sempre tiveram o maior poder de decisão na compra de um imóvel. Independente de quem pagasse — geralmente o homem, até então —, elas que costumavam bater o martelo, mesmo na decisão conjunta. De cinco anos para cá, porém, essa realidade mudou. Agora, a participação delas no mercado imobiliário como pagadoras também tem se tornado fundamental.

E o que as mulheres querem?

É claro que o poder de compra das mulheres está mais alto do que nunca. Depois de muita luta no passado, e ainda no presente, o paradigma das mulheres mudou bastante.

A mulher conquistou o mercado de trabalho, se qualificou e ganhou o poder de decisão, sobretudo na hora das compras. O público feminino passou a tomar a figura de líder da família, seja morando sozinhas ou casadas, quando assumem esta função junto com o parceiro (a).

De acordo com a especialista em finanças Rafaella Fahel, para a mulher, comprar um imóvel significa dar segurança para a família.

E com a presença cada vez maior da mulher no mercado de trabalho, e ganhando mais dinheiro, o poder de compra desta parcela do público aumentou exponencialmente. Portanto, o mercado imobiliário precisa estar preparado para atender você, esta mulher poderosa com poder de compra e de decisão.

Os tipos de imóveis que as mulheres compram

No quesito mais específico do mercado de imóveis, existem duas opções bastante procuradas por mulheres em Santa Catarina: os imóveis residenciais ou comerciais. Afinal, não somente as mulheres são líderes na família, mas também buscam empreender.

O empoderamento feminino se estende ao mercado de trabalho e muitas têm a sua própria empresa ou são líderes em empresas de destaque.

Por isso, tanto os apartamentos e casas como os ambientes comerciais precisam ter certas características para atrair um público feminino. Um espaço mulher, salão de beleza, sala de ginástica, SPA, salão de festas, espaço para crianças e outros.

Porém, seja qual for o tipo de imóvel que você está procurando, existem algumas características mais femininas que precisam ser consideradas no momento da venda.

Como é o atendimento para as mulheres?

A primeira das características mais femininas é a sensibilidade. Falando de uma maneira bem geral, as mulheres tendem a ser mais sensíveis, enquanto os homens são mais práticos. Por isso, o público feminino está mais preocupado com a necessidade real do imóvel.

Pense bem, sempre que você procura um imóvel, cria uma forte conexão emocional com o ambiente, se imaginando trabalhando ou morando lá e pensando como vai ser seu futuro. Por outro lado, você certamente não deixa de ser detalhista. As mulheres tendem a avaliar cada detalhe do imóvel, de modo a promover mais conforto e segurança, se for sua casa, ou maior eficiência, se for um ambiente de trabalho.

Com isso, fica claro que o público feminino apresenta uma combinação única e extremamente valiosa: uma sensibilidade para o lado emocional e uma atenção ao detalhe que busca o melhor imóvel possível.

A Cadin entende esta combinação e as características que fazem de você, mulher, um cliente tão especial. Por isso, estamos preparados para atender e homenagear você, uma MULHER PODEROSA!

Feliz Dia das Mulheres!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *